Quinta-feira, 6 de Janeiro de 2011

Há uns meses (ou anos?) atrás, de um dia para o outro, o Mag.nolia anunciava que todos os bookmarks de todas as contas se tinham perdido. Numa dessas contas estavam guardados os bookmarks da minha turma de MMEd, que analisei.

Os fóruns do BlackBoard, cujas mensagens levei meses a analisar, já não estão acessíveis (pelo menos não estavam da última vez que os tentei ver).

Há minutos, na timeline da minha conta do twitter, o Carlos anunciava que "O velhinho servidor blogs.ca.ua.pt vai ser desligado." Nesse servidor de blogs estão guardados (ainda que dormentes) os blogs de MMED, blogs que serviram de base à minha dissertação de mestrado.

Assim, e num curto espaço de tempo, tudo aquilo que tratei e trabalhei no meu estudo - e que me deu o acesso ao grau de Mestre - desaparece da rede. Ou, se não desaparece, fica definitivamente esquecido num qualquer backup de algum sistema.

 

A informação (os dados, os textos, as palavras) deixará de existir. Perder-se-á fisicamente. E é aqui que reside - pelo menos do meu ponto de vista - a grande diferença entre informação e conhecimento.

É que os dados podem ir com os pardalitos, mas o conhecimento permanece, criou raízes fundas. Os meus colegas continuam a escrever nos seus blogs, e a incutir o espírito Web 2.0 nas escolas onde leccionam. A comunidade, ainda que diminuída, continua a partilhar informação e a desenvolver-se. O conhecimento que surgiu e cresceu a partir daquela informação - e que ficou para sempre (?) registado no meu trabalho, no da Sannya, no da Margarida Lucas - espalhou-se, tornou-se orgânico, cresceu.

De um momento para o outro as nossas dissertações entram no campo da ficção :). Mas isso é bom. É na ficção que nascem as ideias, as trocas, os mundos que não são deste mundo.

E isso até pode não ser informação. Mas - do meu ponto de vista - é, definitivamente, conhecimento.




2 comentários:
De carlossantos a 6 de Janeiro de 2011 às 22:06
Gostei do teu post e concordo inteiramente com o que dizes. A componente "material" acaba por ser a menos relevante depois das vivências que foram proporcionadas. Eu aprendi muito. De certeza que aprendi muito mais do que ensinei!

No entanto, há coisas que julgo não fazer sentido perder. Os posts e comentários no meu blog original vão ser importados integralmente para o novo naPraia. Perde-se alguma facilidade de pesquisa no google mas a informação vai continuar disponível.

O "Nitrado do Caos", o "MundoMAC" e o "MMEd" também vão migrar. São recursos demasiado participados para que possam desaparecer e ficar num disco duro numa gaveta da minha secretária.

Esta aventura do blogs.ca.ua.pt está a terminar e acho que merece um post. Vou ver se trato disso... e tentar não ser muito nostálgico :)


De m-aresta a 6 de Janeiro de 2011 às 22:48
A nostalgia é como a chuva miudinha: só molha verdadeiramente quando a deixamos entranhar.

Fico contente que o MundoMac e o Nitrato do Caos continuem a fazer parte do grande mundo. Foram (e ainda são) pontos de leitura muito estimulantes. Quanto à tua Praia, não esperava outra coisa :)

Ficamos a aguardar o post. Será será lido, relido e comentado com a atenção e dedicação que merece ;)


Comentar post

Sobre mim
Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Artigos recentes

Das férias

A vida à superfície

Saudades

Questão de investigação

Sobre o (meu) amor

Inquietudes

A história de dois Miguéi...

O que podemos aprender co...

Hoje que é dia do pai...

sobre aprender

Arquivo

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Novembro 2010

Outubro 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Arquivado em

a idade pesa

a melhor coisa do mundo

acreditar

adeus :)

ambientes online

amigos

amor

ano novo

aprender

assim vale a pena

boyd

cetac

chuva

coisas minhas

coisas soltas

context

contexto

cv

d'a caixa

definir prioridades

dia do pai

domingo

doze

e andamos nós a criar uma filha para ist

ece1

ece11

educação

facebook

férias

festival da canção

futebol

gene kelly

homens da luta

identidade

identity

if/then

jonsi

leituras

livros

lurking

maio

mariana

metas

mmed

mundanças

música

networking

obvious

outono

palco

pele

percursos

phd

ple_sou

prensky

problemas

quarta-feira

quinta-feira

rede

reflexões

sapocampus

segunda-feira

servidor blogs.ca.ua.pt

sexta-feira

som

sono

sportv

stress deadlines going_nuts

tela em branco

televisão

tempo

terça-feira

tese

twitter

univercidade

todas as tags

links
participar

participe neste blog

find me on twitter:
http://qrcode.kaywa.com/img.php?s=6&d=http%3A%2F%2Ftwitter.com%2F%23%21%2Fmaresta
blogs SAPO
subscrever feeds