Quinta-feira, 26 de Janeiro de 2012

Tudo isto da PIPA, da SOPA e da ACTA, juntamente com a ideia peregrina do PL118 sobre os direitos de autor não são fogo de artifício. Não são coisas simples, como ouvi dizer, ou coisas não importantes que estão a ser alvo de um destaque exagerado.

São coisas preocupantes. São o princípio do fim da Internet, tal como a conhecemos.

 

Para uns, Internet é sinónimo de chat e Facebook. Para outros, é lugar para descarregar torrents, e ver filmes, e engatar miúdas ou intimidar miúdos. Para outros é um repositório de informação sempre crescente. 

Para mim, a Internet é liberdade.

Houve uma altura em que se constou que alguém/alguns pensavam indicar a Internet para o prémio Nobel da Paz. Na altura brinquei com o facto, e fui chamada à atenção por um amigo que me disse que a Internet, a rede, significava - para ele - aquilo que significa para mim agora: liberdade. Liberdade de comunicar, de partilhar, de trocar ideias. Liberdade de e para agir.

 

Se eu acho que quem produz, quem é autor, deve ser compensado pelo seu trabalho? Sim.

Se eu sou a favor da pirataria? Não. Corsários, piratas, buccaneers, só aqueles dos filmes a preto e branco, com o Errol Flynn. Não me identifico com actos de vandalismo, e por isso não admito que me defininam como crimisona. 

 

É o fim da rede como a conhecemos. Começa assim, com limitações (financeiras, éticas, do que seja), e depois avança. E, um dia, a rede - como nós a conhecemos, onde expressamos a nossa opinião por muito idiota que seja - vai terminar.

E os velhos do restelo vão bater palmas, e dizer que no tempo deles os livros e as cartas ligavam as pessoas, e que o lixo que é a rede se destruiu a si próprio.

Nesse dia eles vão rir de alegria. E nós vamos chorar pelo que perdemos.

 

(na rede cresce o movimento anti PL118. Os vários blogs que vão falando sobre este assunto encontram-se listados aqui)


Arquivado em: ,


Sobre mim
Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Artigos recentes

Das férias

A vida à superfície

Saudades

Questão de investigação

Sobre o (meu) amor

Inquietudes

A história de dois Miguéi...

O que podemos aprender co...

Hoje que é dia do pai...

sobre aprender

Arquivo

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Novembro 2010

Outubro 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Arquivado em

a idade pesa

a melhor coisa do mundo

acreditar

adeus :)

ambientes online

amigos

amor

ano novo

aprender

assim vale a pena

boyd

cetac

chuva

coisas minhas

coisas soltas

context

contexto

cv

d'a caixa

definir prioridades

dia do pai

domingo

doze

e andamos nós a criar uma filha para ist

ece1

ece11

educação

facebook

férias

festival da canção

futebol

gene kelly

homens da luta

identidade

identity

if/then

jonsi

leituras

livros

lurking

maio

mariana

metas

mmed

mundanças

música

networking

obvious

outono

palco

pele

percursos

phd

ple_sou

prensky

problemas

quarta-feira

quinta-feira

rede

reflexões

sapocampus

segunda-feira

servidor blogs.ca.ua.pt

sexta-feira

som

sono

sportv

stress deadlines going_nuts

tela em branco

televisão

tempo

terça-feira

tese

twitter

univercidade

todas as tags

links
participar

participe neste blog

find me on twitter:
http://qrcode.kaywa.com/img.php?s=6&d=http%3A%2F%2Ftwitter.com%2F%23%21%2Fmaresta
blogs SAPO
subscrever feeds