Terça-feira, 27 de Setembro de 2011

Gosto de imaginar que os livros acumulam as ideias e os sentimentos das pessoas que os lêem e que, por isso, quanto mais velho for um livro mais emoção consegue transmitir. Gosto de pensar que os livros que tenho no quarto (e que foram escolhidos a dedo e a letra) se abrem durante a noite e que as suas ideias e palavras percorrem o ar enquanto eu durmo. E que é por isso que os meus sonhos têm cores e sinto cheiros e texturas, e que é por isso que, num ou outro sono, sonho com pessoas que nunca conheci.

 

E gosto de imaginar que, quando sonho com um desconhecido ou conhecido, esse (desconhecido ou conhecido) também sonha comigo. E que, num dos milésimos de segundo que dura o sono, nos encontrámos no mesmo espaço que não é físico e vivemos algo juntos. Algo que recordamos, mesmo sem saber o quê, quando nos encontramos acordados e dizemos “eu conheço-te de algum lado, não conheço?”.

 

Gosto de imaginar que  há coisas sem nome, ainda à espera de serem. E que os sons que não são palavras são as ideias no seu estado mais puro. E que, se nos esforçarmos um pouco enquanto fechamos os olhos, seremos capazes de conhecer mais do que aquilo que os olhos captam. E que poderemos, enfim, compreender que o mundo e a vida se definem por mais do que as coisas e as palavras que já existem.

Que estas são apenas uma pequena parte, aquela que já foi descoberta.

E que, nos sonhos, temos muito mais para descobrir.




1 comentário:
De paulamargarida a 29 de Setembro de 2011 às 18:00
Uma das coisas que gosto é deste post (e blog) =)
parabéns está muito bonito *


Comentar post

Sobre mim
Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Artigos recentes

Das férias

A vida à superfície

Saudades

Questão de investigação

Sobre o (meu) amor

Inquietudes

A história de dois Miguéi...

O que podemos aprender co...

Hoje que é dia do pai...

sobre aprender

Arquivo

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Março 2011

Janeiro 2011

Novembro 2010

Outubro 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Arquivado em

a idade pesa

a melhor coisa do mundo

acreditar

adeus :)

ambientes online

amigos

amor

ano novo

aprender

assim vale a pena

boyd

cetac

chuva

coisas minhas

coisas soltas

context

contexto

cv

d'a caixa

definir prioridades

dia do pai

domingo

doze

e andamos nós a criar uma filha para ist

ece1

ece11

educação

facebook

férias

festival da canção

futebol

gene kelly

homens da luta

identidade

identity

if/then

jonsi

leituras

livros

lurking

maio

mariana

metas

mmed

mundanças

música

networking

obvious

outono

palco

pele

percursos

phd

ple_sou

prensky

problemas

quarta-feira

quinta-feira

rede

reflexões

sapocampus

segunda-feira

servidor blogs.ca.ua.pt

sexta-feira

som

sono

sportv

stress deadlines going_nuts

tela em branco

televisão

tempo

terça-feira

tese

twitter

univercidade

todas as tags

links
participar

participe neste blog

find me on twitter:
http://qrcode.kaywa.com/img.php?s=6&d=http%3A%2F%2Ftwitter.com%2F%23%21%2Fmaresta
blogs SAPO
subscrever feeds